O Tempo

Da série "Textos perdidos no meu caderno", aí vai o primeiríssimo poema que escrevi. Foi com ele que aprendi o quanto amo escrever. Dei uma modificada na versão original, mas a essência é a mesma. Aproveitem ❤️

O Tempo

A gente tem medo de estar perdendo tempo
Mas a verdade é que o tempo ninguém segura
O tempo passa, o tempo cura
A ansiedade de ser alguém, de achar sentido
De ter motivo
O tempo mostra, o tempo é vivo

Quando vê, o tempo voa
Mas não é à toa
Pois o tempo perdoa

Não mede elogios, não mede sorrisos
Que o tempo vai trazer sentido
Tu não estás perdido
O tempo está contigo

One thought on “O Tempo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s